Óculos de grau emprestado

Quem já não viu alguém usando o óculos de outra pessoa para ajudar numa leitura, ou fazer uma fotinha estilosa com as armações charmosas do amigo. Mas, é importante lembrar o quanto é prejudicial pegar emprestado óculos de grau, na verdade, é expressamente proibido!

Usar um óculos de grau com lentes que não tenham sido produzidas exclusivamente para atender à sua necessidade ótica pode causar dores de cabeça, desconforto, tonturas, enjoo e fadiga. Isso vale para aqueles óculos vendidos em farmácias, sem prescrição médica. Se você sentir que a sua visão está precisando de uma ajuda, o ideal é visitar um oftalmologista. O óculos de grau é um acessório individual e intransferível, como uma escova de dentes, CPF. Cada um tem que ter o seu.

Se pegar emprestado o óculos já faz um mal danado, comprar em feiras ou camelôs é ainda muito pior porque as lentes de grau deles são produzidas em um padrão único, a chance de dar errado e não ficar bom para a sua visão é grande. Além disso, não oferecem proteção UV ou antirreflexo. Óculos de grau é como roupa sob medida. As lentes precisam ser feitas conforme as medidas dos seus olhos, distância pupilar, distância focal, e apenas um oftalmologista e uma ótica especializada podem ajudar na questão.

Óculos são fundamentais na proteção para prática de esportes

Estudos realizados pela Organização Mundial de Saúde apontam que a maioria dos traumas que levam à cegueira são causados por acidentes durante a prática de esportes. Nos Estados Unidos, a cada treze minutos uma pessoa é atendida após lesionar os olhos durante alguma atividade esportiva. Ao praticar qualquer exercício físico, as vezes a gente acaba esquecendo de proteger uma parte importante do nosso corpo, os olhos. Isso ocorre principalmente pela falta de hábito em usar óculos de sol durante as atividades, mas é importante mudar nossa rotina e transformar essa realidade.
De acordo com os oftalmologistas, os traumas oculares podem variar entre infecções leves, aumento da pressão intraocular até o tão temido deslocamento da retina, que pode evoluir para uma cegueira permanente. O jogador Tostão, estrela do futebol brasileiro, por exemplo, teve sua carreira interrompida de forma precoce após ser atingido no olho esquerdo durante a partida de futebol em 1969. O trauma provocou o descolamento da retina, prejudicando seriamente a visão do atleta.
Como se proteger:
– Use óculos de sol com lentes em policarbonato. As lentes fabricadas com este material são resistentes e podem proteger sua visão de traumas indesejável
– Investir em óculos originais, com lentes que tenham certificação e proteção UV garantidos. Os raios UV atingem os olhos em altas doses após refletir em superfícies claras do ambiente.
– Pesquisar se existe um óculos próprio para proteger a visão na modalidade de esporte escolhida, para não atrapalhar o exercício. Os óculos esportivos são fabricados com o máximo de resistência e com um design que facilita a transpiração do rosto, evitando assim o embaçamento das lentes devido o calor.

Produtos relacionados

Saiba como escolher óculos escuros para crianças

Os óculos de sol infantis não deve ser tratados como brinquedos ou escolhidos apenas pela cor ou modelo. O assunto é coisa séria, e foi tema de uma matéria super importante no blog corujices.com em parceria com a Oculum.

Para fotografar as peças da linha Ray Ban Junior foram convidadas Mariana, do IG no instagram @jularoche, Maria Laura do blog Infantilidades, e Theo e Lis, filhos de uma das jornalistas do Corujices.

A matéria ouviu a oftalmologista Alessandra Carneiro, do Hospital de Olhos de Pernambuco, que alertou para riscos como catarata e degeneração da retina precoces ao usar óculos sem garantia da proteção 100%. “Com a lente escura, o olho entende como se fosse noite, a pupila dilata, e aumenta a entrada de luz, atinge o cristalino e a retina”.

A gerente da Oculum do Rio Mar Shopping, Pery Alves, ofereceu dicas para a hora da escolha do modelo adequado para cada criança.

Confira estas dicas:
– A parte superior dos óculos tem que estar na linha da sobrancelha
– O óculos não devem ficar apertando a maçã do rosto
– Deve ficar bem apoiado a ponte no nariz e as hastes por trás das orelhas
– Ao olhar para baixo, os óculos não devem ficar caindo

Com a chegada do Dia das Crianças, fica a sugestão de um ótimo presente!

No Dia do Oftalmologista, conheça sete erros que podem arruinar sua visão

Esta semana, o Estado de Minas fez uma matéria super interessante apontando os sete erros que podem arruinar a visão e gente resolveu trazer hoje, no Dia do Oftalmologista! Sabe qual foi o primeira alerta do oftalmologista Renato Neves, diretor-presidente do Eye Care Hospital de Olhos, em São Paulo? Não podemos sair sem óculos de sol! Tá esperando o quê para ganhar mais saúde e beleza? Clique na Oculum virtual e escolha seus óculos de sol e de grau!

Confira os sete erros contra a visão:

1 . Sair sem óculos de sol
O acessório é indispensável mesmo em dias nublados ou com neve. Os raios UV deterioram a visão, levando à formação precoce de catarata, degeneração macular e até mesmo de tumores na superfície dos olhos. As lentes devem bloquear pelo menos 99% dos raios UVA e UVB.

2 . Passar tempo demais diante de um monitor
A curta distância, além do contraste e brilho da tela, podem causar fadiga ocular, visão turva, olhos secos e irritados. O ideal é se manter afastado pelo menos 50 centímetros do computador e fazer pausas de hora em hora para piscar. Caso contrário, a córnea começa a ficar ressecada e irritada.

3 . Abusar dos colírios
Ao mesmo tempo em que parecem eliminar a irritação ocular, os medicamentos, quando usados em excesso, podem estimular um ciclo vicioso. Ou seja, quando o paciente realmente precisar de um colírio, será necessário prescrever uma fórmula ainda mais forte para tratar o problema.

4 . Descuidar das lentes de contato
As lentes de contato devem ser higienizadas diariamente com soluções específicas, assim como o estojo. Jamais deve-se lavá-las debaixo do chuveiro nem entrar com elas em banheiras, piscinas ou mar. As chances de infecções oculares triplicam diante de uma higiene inadequada.

5 . Fumar
O vício prejudica consideravelmente a capacidade de o corpo fornecer nutrição e oxigenação adequada aos tecidos, incluindo os tecidos oculares. Fumar, portanto, aumenta o risco de catarata e degeneração macular (deterioração progressiva de parte da retina).

6 . Dormir de maquiagem ou usar produtos vencidos
Alguns tipos de sombra, por exemplo, podem arranhar o cristalino e causar irritação caso entrem em contato direto com os olhos. Outro cuidado fundamental é descartar toda maquiagem vencida, pois ela pode desencadear alergias severas, irritação, vermelhidão e sensação de areia nos olhos.

7 . Negligenciar sintomas
Adiar a consulta ao oftalmologista na presença de dor, sensibilidade à luz, visão difusa, vermelhidão persistente ou qualquer outro sintoma é um grande erro. Um diagnóstico tardio pode exigir, muitas vezes, intervenção cirúrgica muito mais complexa e um tempo de recuperação mais prolongado.

Produtos relacionados: